Ah, o amor …

julho 1, 2009

0,,21125542,00

No dia em que eu encontrar um homem que me olhe e me trate como Brad olha e trata Angelina e Cadore olha e trata D. Cidinha … caso AGAIN! Ultra-super-mega-hiper-power-plus romântico! Olha que sou difícil e tals, admito, mas o Cadore, ontem, me levava ao altar! Ele estava muito cute ! Mega fofo!  

O que foi aquele casamento em Caminho das Índias ontem? Pessoas que se amavam há anos mesmo que não estivessem juntas e que depois de anos e de uma vida inteira … se reencontraram  e resolveram, enfim, viver sua história de amor … 50 anos de amor! Vale a pena ver de novo “Seu Cadore se derramando pela Dona Cidinha”, aliás, vale a pena ver mil vezes! Eu já assisti quatro e não me canso! 

Ok, meninas, sei que vocês me acham muito romântica e sou mesmo, vivo em um universo paralelo, mais especificamente chamado topos uranos platônico!  Nem vou discutir isso porque não poderia … e olha que adoro discussão! 

Entretanto, mesmo eu sendo muito romântica, consigo admitir que Cadore ou Brad têm problemas e A-I-N-D-A continuo achando-os o máximo!  O que isso significa?

Que muito embora eu seja romântica não acredito mais em príncipes e muito menos, em homens perfeitos! Acredito que existe um padrão de normalidade que tem que estar dentro daquilo que eu espero e das minhas exigências: Brad e Cadore estão! 

Como bem explica a fantástica Dira Paes na Homem VOGUE, leia-se Norminha: “Foi-se o tempo em que eu acreditava em perfeição. As imperfeições são bem-vindas, porque o perfeito, às vezes, é monótono!” Adoro mulher inteligente !

Programinha de sábado?

junho 13, 2009

Fazer uma xícara de chai-latte, acender as velinhas Diptyque para deixar o ambiente super fresh, assistir Raj – absolutamente necessário – ver o filme nacional “Divã” porque o texto de Martha Medeiros é uma mania nacional  e …  

Esquecer que o mundo é mundo!!! Adoro ficar home alone! Super combo de sábado! 

chai latte

diptyque

div_o_filme

 

are, marido!

are, marido!

Looking for ?

maio 23, 2009

 

Go work!

Do something, please?

 

Melissa é o símbolo da mulher desocupada e sem noção muito bem retratada pela Glória Perez! CLARO que a brilhante Cristiane Torloni vem desempenhando com maestria tão tragi-cômico papel! Tragi-Cômico? 

Sim, why not? Existe alguma outra palavra que não seja tragi-cômica para destacar o universo vívido por algumas mulheres que se recusam em desenvolver alguma atividade que seja revertida em benefícios à sociedade? Sinceramente, para mim, isso chega a ser tão tragi-cômico como alienante. Digamos que tais espécies vivam em uma gaiola de Weber revisitada. E o pior, não sabem disso! Claro que ninguém precisa ter a obrigação de saber who’s Weber! Mas de algo, precisamos saber. Disso, não tenho dúvida! 

Ainda me soa estranho que, em uma época como a nossa, que a própria MODA revisita a austeridade necessária para buscarmos todos juntos melhores condições de vida, ainda existam mulheres como Melissa.

O resultado? Escapismo puro de não ter com quem conversar … com quem se relacionar e pior … sentimento de pena por não conseguir se reinventar! 

Adoro almoçar com as amigas, ler revistas, escrever no meu blog, cuidar da casa, ser mãe e suspiro por filhos pequenos uma vez que meus adolescentes estão a cada dia mais crescidinhos … mas espero que minha futura Maria Clara entenda que eu preciso ser alguém T-A-M-B-É-M!

E a única forma que encontro de ser alguém T-A-M-B-É-M para a humanidade é realizando algo! Agradeço a Deus, todos os dias, por um trabalho que me permite aprender sempre. Um exemplo que admiro: Milu Vilela porque fazer o bem, faz bem! 

Atencão, Melissa Cadore: como ensina Shankar … o amor e a vida têm muitas armadilhas … quem procura? Acha! Just take care!

Indian girl

maio 3, 2009

Raj: totalmente necessário!

Raj: totalmente necessário!

Nesse fim de semana prolongado, saí com as amigas para “arrastar meu sari no Mercado” em versão indian girl.

Adivinhem! Nós acabamos atravessando o mundo e fomos parar no Japão, mais precisamente em um restaurante japonês. Não estávamos com a menor vontade de perder o lado indiano da coisa, então, pedimos uma comida que vinha com muito ouro … ouro em pó comestível para ser bem exata. Bem como as indianas, nós, brasileiras, adoramos ouro – e em todos os aspectos!

 In fact, esse prato foi pedido em rebeldia à falta de homens como RAJ em qualquer lugar nesse país. Quem já ouviu: “quero construir um amor sólido e perfeito com você … não se constrói nenhum amor em cima de mentiras” no melhor estilo rajiniano de ser e, logo em seguida, o cara demonstrou ser o maior psicopata da história da humanidade, sabe exatamente do que trata o assunto em pauta.

Meninas …  já que não temos uma versão legítima de RAJ para admirar e como odiamos tudo que é fake, optamos pelo singelo prato para acabarmos a noite maravilhosamente brilhantes em versão shine happy people!

 

Tartare de salmão! Delícia !

Tartare de salmão! Delícia !

Ice Age!

abril 15, 2009

 

Na mira da Playboy!

Na mira da Playboy!

 

 

Quando vejo a Norminha de Caminho das Índias, a perfeita Dira Paes, lembro-me na hora do filme Ice Age. Vocês lembram daquela cena em que o esquilo (acho que aquele bicho é um esquilo) aponta os dois dedos para o olho e foca a outra pessoa como quem diz: I Keep my eyes on you! Tipo: tô de olho em você? Impossível esquecer …

Ontem, Norminha fez exatamente o mesmo gesto na novela que é próprio da personagem. Eu, que amo essa expressão e uso muittttoooo desde que eu assisti Ice Age pela primeira vez, quase morro de rir! Ela é hilária e estava uma graça no Fantástico falando sobre o sucesso da Norminha na TV. 

Como o Norminha’s “way of life”  ensina: Quem ama, cuida!!! Cuida é, Norminha? Ahhhhhhhh tá! Sei, sei, sei. 

 

Tô de olho em você!

Tô de olho em você!

Are, baba!

abril 9, 2009

 

Indian girl!

Indian girl!

Olho no olho!

Olho no olho!

Reunião de amigas “de folguinha” ontem: momento perfeito para discutir Caminho das Índias. As novelas têm esse efeito, tomam espaço em nossas vidas mesmo que nós não queiramos. Basta olhar para o lado, às tendências usadas nas ruas, às expressões que invadem nosso cotidiano e aos assuntos que circundam as rodinhas de todas as classes.  

Nosso tema central ontem levou em consideração o triângulo ou seria quarteto? amoroso formado por Raj-Maya-Bahuan e Duda. Repare na ordem em que foram ditos os nomes. Uma outra ordem também poderia ser expressa Maya-Raj-Bahuan e Duda. 

Mas analise .. Maya e Raj estão sempre juntos e em primeiro lugar. As pessoas vão assistindo ao folhetim e formando novos acertos que acabam por modificar o rumo natural e previamente estabelecido pela autora. Eu posso estar enganada, entretanto, por onde ando não se fala em outra coisa: na falta de approuch entre Maya e Bahuam e no EXCESSO de approucchhh entre Maya e Raj. 

Vale ressaltar que as cenas do casamento foram muito bem gravadas e a Juliana Paes está linda na novela. A própria indiana. Em certa ocasião, quando ainda gravava na Índia, uma de suas fotos escapou na net e seu marido ( e que marido!) falou que chorou quando viu a foto da esposa e que ela, realmente, estava muito linda. 

Parece que existe um encanto que envolve ambos os personagens que lutam por se apaixonar mesmo que seus corações pertençam a outras pessoas. O carinho que Raj expressa por ela todas as vezes em que estão juntos. Lindo de ver e viver ! Bahuan, ao contrário, tem se comportado de maneira infantil, o que leva o espectador a se intrigar ainda mais.

A pergunta que fica é: Quem merece o amor de Maya?

Bahuan que a abandonou por causa de seu egocentrismo absurdo ou Raj que luta por ela e pela sua atenção cada vez mais e a cada dia. 

Eu não queria estar no lugar da Glória Perez! Situação mega-difícil para Márcio Garcia que, acho eu, terá que se contentar em ceder o lugar de protagonista para Rodrigo Lombardi. Para piorar ainda mais, esse fim-de-semana será escolhido o galã da novela pelos empregados do núcleo na GLOBO! Quem viver, verá! 

Totalmente posicionada: estou do lado do RAJ! 

Na verdade, que mulher não sonha em um dia encontrar alguém que esteja  “louco para amarrar o magala sutra” ! De verdade! Com muito amor! 

 

"O" BEIJO !

"O" BEIJO !